FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 12 Nov 2018

Viana do Castelo investe 300 mil euros em programa de promoção do sucesso escolar

O município de Viana do Castelo está a desenvolver, junto dos alunos do concelho, um programa de promoção do sucesso escolar, num investimento de 300 […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O município de Viana do Castelo está a desenvolver, junto dos alunos do concelho, um programa de promoção do sucesso escolar, num investimento de 300 mil euros. O projeto para o presente ano letivo, encontra-se alinhado com os objetivos fundamentais do Portugal 2020, promove a dinamização de ações específicas de base local de promoção de combate ao abandono e insucesso escolar orientadas para as caraterísticas, recursos e /ou problemáticas específicas e distintivas de escola municipal.

Neste contexto, o projeto aposta na música, nas ciências e no apoio social, visando apoiar os alunos e famílias em situação de risco, a implementação da expressão musical e a criação da Ciência em Rede. Para avançar com este projeto, foi necessário o envolvimento dos Agrupamentos de Escolas e Escolas, uma vez que este implica a dinamização de ações específicas de promoção de combate ao abandono e insucesso escolar orientadas para as características, recursos e/ou problemáticas específicos e distintivos do município, reunindo os Agrupamentos de Escolas de Monserrate, Agrupamento de Escolas de Arga e Lima, Agrupamento de Escolas de Santa Maria Maior, Agrupamento de Escolas de Barroselas, Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito e Agrupamento de Escolas da Abelheira enquanto entidades parceiras.

Foram contratados, para apoio a alunos e famílias em situação de risco, dois psicólogos, um assistente social e um terapeuta da fala. Esta equipa multidisciplinar tem como objetivos a identificação das situações problemáticas com origem na comunidade envolvente; a definição de estratégias passíveis de prevenir estas situações; a promoção de medidas que visem a inclusão e integração do aluno na escola, tendo em conta a sua envolvência familiar e social; o acompanhamento dos alunos na aquisição e desenvolvimento de métodos de estudo, de trabalho escolar e medidas de recuperação da aprendizagem; o aconselhamento e a criação de percursos educativos alternativos e/ou ajustados para os alunos em risco; o estabelecimento de parcerias com órgãos e instituições, públicas ou privadas, da comunidade local; a ligação com as comissões de proteção de crianças e jovens em risco; e a mediação social.

Relativamente à expressão musical no primeiro ciclo do ensino básico, que conta com a parceria da Academia de Música de Viana do Castelo, visa garantir condições de igualdade de acesso a uma educação de qualidade e de promoção da equidade a todas as crianças através de práticas performativas centradas na expressão e na educação musical; promove a inclusão social através do reconhecimento e da valorização da diversidade cultural como oportunidade e como fonte de aprendizagem para todos; combate o insucesso escolar, promovendo a autoestima e a autoidentidade dos alunos; promove o sucesso escolar dos alunos através da valorização e utilização da Educação para a Cidadania mobilizando e aplicando, de forma criativa, conhecimentos transversais. Este projeto é desenvolvido por professores especialistas de Expressão e Educação Musical nos estabelecimentos do 1º Ciclo do Ensino Básico, com coordenação e supervisão pedagógica da Academia de Música de Viana do Castelo/Conservatório Regional do Alto-Minho, abrangendo 1926 alunos do primeiro ciclo do ensino básico.

Já a “Ciência em Rede”, em parceria com os técnicos do CIBIO – InBIO da Universidade do Porto, potencia o desenvolvimento de “aulas de campo” e o espírito de trabalho científico, metodológico e continuado de forma a interpretar os ecossistemas; pretende potenciar iniciativas de experimentação e a interpretação de diferentes ecossistemas que incentivem o espírito científico e o gosto pelo conhecimento; incrementa o acesso à plataforma BIOREGISTO criada especificamente para a integração dos registos efetuados nas saídas de campo; promove e incentiva a descoberta da ciência de forma inter-geracional e em contexto familiar.
No passado ano letivo, o projeto abrangeu 8.125 alunos, atendeu individualmente 732 estudantes, tendo sido promovidas 315 ações de sensibilização e formação.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts