FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 02 Fev 2019

Hóquei em Patins: FC Porto teve que suar muito para vencer Juventude Viana

A Juventude de Viana defrontou, este sábado, no Dragão Caixa o FC Porto, em jogo correspondente à 15ª jornada do campeonato nacional da 1ª divisão […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Juventude de Viana defrontou, este sábado, no Dragão Caixa o FC Porto, em jogo correspondente à 15ª jornada do campeonato nacional da 1ª divisão de hóquei em patins. Apesar da boa exibição realizada pelos minhotos, que fizeram sofrer os azuis e brancos, a equipa de André Azevedo acabou por perder (7-5) o desafio.

A Juventude Viana, muito bem organizada defensivamente, não permitiu grandes facilidades ao FC Porto e acabou por inaugurar o marcador (0-1) através de um lance de génio de Gustavo Lima, aos 11 minutos. Surpreendido, o Porto foi atrás do resultado e conseguiu empatar (1-1), aos 14`, por Hélder Nunes de livre direto, na sequência de uma falta, inexistente, de Gonçalo Suissas. Moralizado com o golo, os portistas chegaram à vantagem (2-1) por Telmo Pinto, em contra ataque.

Sempre ligados à partida, os jogadores da Juventude Viana tiveram várias oportunidades para voltar a marcar, mas só o conseguiram fazer já perto do intervalo. A 7 minutos do descanso, Luís Viana empatou (2-2) para a equipa de Viana do Castelo.

Na segunda parte os dois primeiros minutos foram fatídicos para a Juventude Viana. Em jogada individual, o italiano Giulio Cocco deu vantagem (3-2) aos dragões e Hélder Nunes, outra vez de livre direto, ampliou (4-2) o marcador para os donos da casa, na sequência de um cartão azul mostrado a Tó Silva.

Com uma vantagem de dois golos no marcador, a equipa de Guillem Cabestany tranquilizou-se um pouco, mas não o suficiente. Cometeu a décima falta e Francisco Silva de livre direto reduziu (4-3) para os minhotos.

O jogo segui a um ritmo frenético e com a incerteza no desfecho final.

De novo de bola parada e em mais um lance de difícil analise, o FC Porto voltou a ampliar a vantagem (5-3) por Gonçalo Alves de grande penalidade.

A 9 minutos do final do jogo, Giulio Cocco reforçou (6-3) o marcador para os portistas, mas Juventude Viana a lutar contra as várias adversidades, voltou a marcar por Francisco Silva (6-4) e Gustavo Lima (6-5) deixando o FC Porto à beira de um ataque de nervos.

No ultimo minuto do desafio, com a Juventude a tentar chegar ao empate, Tó Silva (no banco) foi expulso e o Porto a jogar com mais um, confirmou a vitória (7-5) através de Hélder Nunes.

O FC Porto teve que suar muito para não perder, diante a Juventude Viana, os primeiros pontos da temporada no seu pavilhão.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts