FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 01 Fev 2019

Última apresentação do projeto “Alto Minho 4D – Viagem no Tempo” vai ser em Cerveira

A apresentação das Portas do Tempo do projeto “Alto Minho 4D – Viagem no Tempo” chega ao fim no dia 9 de fevereiro, sábado, em […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A apresentação das Portas do Tempo do projeto “Alto Minho 4D – Viagem no Tempo” chega ao fim no dia 9 de fevereiro, sábado, em Vila Nova de Cerveira. A décima porta vai ser dedicada ao tema “Do contemporâneo e ao futuro”, através de uma conferência, uma visita performativa e um encontro de sketching no centro da vila das artes, promovidos pela CIM Alto Minho, em parceira com a Câmara Municipal.

Que património cultural estamos a construir para o futuro? Como pode a arte contemporânea motivar o desenvolvimento e a afirmação de um território cultural? Como responde a arte aos grandes problemas sociais e ambientais, sendo um espaço de debate para um mundo mais justo e sustentável? Estas serão algumas das questões para a conferência “Do contemporâneo ao futuro”, que terá lugar no Fórum Cultural de Cerveira, pelas 11 horas, do dia 9 de fevereiro, organizada com o apoio do Centro Cultural do Alto Minho. Serão conferencistas Maria de Fátima Lambert, Cabral Pinto e Sobral Centeno. A participação na conferência é livre.

No período a tarde, os participantes terão a oportunidade de apreciar o que a criação artística contemporânea trouxe a Vila Nova de Cerveira, após 20 bienais de arte. Esta será ainda uma oportunidade para refletir sobre o exemplo da “Vila das Artes” como uma aposta ganha e sedimentada na região, percebendo de que forma lidam os artistas de hoje com o peso da tradição e do passado, numa região em que certos marcadores culturais são, por vezes, tão fortes. O ponto de partida para esta visita performativa está marcado para as 15 horas, na Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira. Esta visita é conduzida pela parceria Teatro do Noroeste – CDV e Comédias do Minho, em co-programação com a Talkie-Walkie e a Ondamarela, e conta com a participação da comunidade local.

A viagem temporal pelo Alto Minho inclui ainda uma atividade de sketching urbano, que juntará dezenas de sketchers em Vila Nova de Cerveira, para um registo artístico do património cultural e natural daquela vila fronteiriça, contando com o apoio da Associação Urban Sketchers Portugal (UskP).

Alto Minho 4D – Viagem no Tempo integra 10 rotas turísticas e culturais

Com esta iniciativa chega ao fim a apresentação das 10 Portas do Tempo que passaram pelos 10 concelhos do Alto Minho, no âmbito do projeto da CIM “Alto Minho 4D – Viagem no Tempo”, nomeadamente Caminha, Monção, Ponte de Lima, Ponte da Barca, Valença, Melgaço, Viana do Castelo, Arcos de Valdevez e Paredes de Coura.

De recordar que este projeto, aprovado pelo Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020, no domínio do “Património Cultural”, vai criar uma rede de 10 rotas/itinerários cronológicos culturais baseados na história e no património do Alto Minho. Com esta iniciativa intermunicipal, cada um dos concelhos do Alto Minho encabeçará uma rota, que funcionará como o “portal” de acesso a uma “estação do tempo”, que irá dispor de uma série de valências e no qual se apresentará uma sequência de recursos patrimoniais alusivos a essa rota e a serem visitados não só nesse concelho, mas em todo o território, promovendo-se um circuito cultural pelo Alto Minho e, consequentemente, a mobilidade turística na região.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts