FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 08 Out 2019

Aplicação móvel para ajudar na reciclagem chega ao Vale do Lima

Lançado em fevereiro passado pela Valorsul, Amarsul e Valorlis, com o apoio do Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente, o Recycle BinGo chega agora à […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Lançado em fevereiro passado pela Valorsul, Amarsul e Valorlis, com o apoio do Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente, o Recycle BinGo chega agora à Região do Norte, Vale do Lima e Baixo Cávado, pela mão da Resulima.

O Recycle BinGo é uma aplicação móvel que promete deixar as famílias residentes nos municípios de Arcos de Valdevez, Barcelos, Esposende, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo, com o bichinho da reciclagem. Apesar de ser uma app, funciona sobretudo como um jogo que torna a experiência da reciclagem muito mais divertida e compensadora.

A missão principal do jogo é fazer visitas ao nosso Ecoponto Habitual.

“Através da geolocalização o nosso Smartphone sabe que nos encontramos perto dele. Ao fazermos check-in desbloqueamos um conjunto de simpáticos bichinhos, os EcoGifts, com os quais vamos preenchendo os nossos cartões BinGo. Cada vez que completamos um cartão ganhamos EcoMoedas – que podemos trocar por ótimos prémios, como bilhetes de cinema, vales de desconto, e muito mais”, explicou a Resulima em nota enviada à Rádio Geice.

Além desta missão principal, a aplicação vai lançando missões especiais surpresa com o intuito de melhorar os conhecimentos dos portugueses sobre a reciclagem, manter o envolvimento com o Recycle BinGo e recompensar os mais amigos do planeta.

O Recycle BinGo está disponível na App Store e no Google Play.

A Resulima é uma empresa de referência no setor ambiental, sendo responsável por reciclar e tratar mais de 13 mil toneladas de resíduos, servindo 6 municípios e mais de 321 mil habitantes.

“Estamos certos de que esta associação da Resulima ao Recycle BinGo nos vai ajudar a todos a cumprir as importantes metas de reciclagem com que Portugal se depara a curto prazo”, finaliza a nota.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts