FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 31 Jan 2020

Câmara de Viana do Castelo detecta origem de “alterações observadas” na ribeira de S. Vicente

Nos últimos dias, a água que corre na ribeira de S. Vicente, na freguesia da Meadela, em Viana do Castelo tem chamado a atenção da população. O corso de água naquele local, por vezes, apresenta-se com uma coloração fora do normal e turbidez, o que tem intrigado os populares.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Contactado pela Rádio Geice, o Vereador do Ambiente, na Câmara Municipal de Viana do Castelo, Ricardo Carvalhido, diz que a autarquia mal teve conhecimento “foi para o terreno”.

Carvalhido, informou que “a alteração principal observada é de natureza física e deve-se a sedimentos muito finos em suspensão na coluna de água. As ações de fiscalização levadas a cabo pela autarquia indicam que os sedimentos provêm de movimentos de terras oriundos de obras particulares licenciadas e na área de influencia da bacia da ribeira de S. Vicente”.

O Vereador do ambiente adiantou que “fruto das condições atmosféricas que se verificam desde há 2 dias a esta parte, formam-se águas de escorrência superficial de caráter saibroso que são escoadas naturalmente pela rede de águas pluviais e desaguam, neste caso, na ribeira de S. Vicente”.

Ricardo Carvalhido esclareceu, que “apesar da coloração fora do normal e da turbidez observada, os restantes parâmetros estão dentro da normalidade. A Câmara Municipal de Viana do Castelo já instou os donos de obra para a adoção imediata de medidas mitigadoras e outras que impeçam que a situação recorra”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts