FECHAR
Logo
Pedro Xavier 14 Jan 2020

Centro de Estudos Regionais vai publicar revista dedicada à Revolução Liberal de 1820

O Centro de Estudos Regionais vai publicar no segundo semestre deste novo ano, o 14º volume, da 2ª série, da revista Estudos Regionais. Tendo em consideração que em 2020 se comemora o bicentenário da Revolução Liberal de 1820, o volume a editar será dedicado a estudos relacionados com esse momento fulcral da história contemporânea nacional.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Segundo informou, o Centro de Estudos Regionais “pretende-se uma abordagem ao tema que considere, a par dos acontecimentos nacionais e internacionais, a dimensão regional. De igual modo, considerando que a Revolução de 1820 constitui um acontecimento charneira no modo como concebemos a noção de liberdade, aceitam-se todos os trabalhos que apresentem análises históricas, antropológicas e sociológicas sobre as conceções de liberdade e o modo como elas foram experimentadas no noroeste de Portugal”.

As propostas de textos (estudos, ensaios, notas de investigação, recensões e leituras), devem ser remetidas até ao dia 2 de fevereiro de 2020. O resumo dos artigos deve ter no máximo 15 linhas (150 palavras), incluir referência ao objeto de estudo, ao enfoque teórico, às fontes ou à sustentação empírica e três palavras-chave.

A versão integral das normas para os colaboradores pode ser consultada na edição no 13 (2019), nas páginas 228 e 230, ou no sítio www.cer.pt.

A revista Estudos Regionais é uma publicação de periodicidade anual no domínio das Ciências Sociais e Humanas, editada pelo Centro de Estudos Regionais. No passado mês de dezembro foi lançado, no Café Concerto do Teatro Municipal Sá de Miranda, o número relativo a 2019, que conta com a colaboração de António Matos Reis, António Pimenta de Castro, Carina Ferreira, Horário Faria, Jorge Araújo, José Carlos Loureiro, Liliana Neves, Luís Gonçalves Ferreira, Manuel Costa Pereira, Pedro Pereira e Rui Maia.

A publicação encontra-se à venda na sede do Centro de Estudos Regionais, no largo do Intituto Histórico do Minho, junto à Sé Catedral.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts