FECHAR
Logo
Rui Gonçalves 21 Abr 2020

JÁ SÃO CONHECIDOS OS ARTISTAS QUE INTERPRETAM O ‘DESAFIO DE CASA’ DO PADRE RICARDO

Non Talkers, Eva Mina e Diogo Costa aceitaram o desafio lançado no facebook pelo Padre Ricardo Esteves, pároco no concelho de Valença e os quatro músicos do concelho de Caminha compuseram cada um o seu "hino de esperança".

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Já são conhecidas as duas músicas que traduzem “os momentos difíceis que os portugueses têm vivido” nas últimas semanas, obrigados ao confinamento, devido à pandemia provocada pelo COVID-19. O repto, que o padre Ricardo apelidou de “desafio de casa”, consistia numa primeira fase em escrever um texto em prosa que posteriormente seria transformado num hino. Foram enviadas dezenas de propostas pelos seguidores da página do Padre Ricardo que, numa fase posterior os fez chegar aos músicos que os compuseram e criaram duas músicas.

“A ideia era que a partir desses textos que as pessoas enviaram, os músicos a quem eu lancei o desafio para entrarem nesta brincadeira, conseguissem criar uma letra para um hino que traduzisse sentimentos e vivências das pessoas durante o período de confinamento”, explicou o sacerdote.

As duas músicas foram compostas e interpretadas uma pela Banda Non Talkers, que é constituída pelos músicos Marco e Evita Brantner e uma outra por uma jovem natural da freguesia de Lanhelas, Eva Mina, e Diogo Costa. Em menos de 24 horas os vídeos já reuniram milhares de visualizações, centenas de comentários, partilhas e likes.

“Duas músicas diferentes, em registos diferentes, com um único objectivo: fé e esperança! Obrigado a todas as pessoas que deram asas à imaginação das suas letras e mensagens e obrigado a estes músicos que aceitaram de coração cheio o desejo e gratidão de comporem para nós tão bela mensagem de Amor. Obrigado a todos sem excepção”, agradeceu o Padre Ricardo Esteves.

Recorde-se que o Padre Ricardo Esteves esteve durante 10 anos à frente das paróquias de Seixas, Lanhelas e Vilar de Mouros, em Caminha, e por isso não é de estranhar que a adesão a este desafio tenha sido grande nestas freguesias.

De acordo com o jornal Caminhense, o sacerdote também lançou o desafio a um grupo musical de Valença, concelho onde se encontra agora a dirigir cinco paróquias, mas por motivos de saúde de um dos elementos desse mesmo grupo não foi possível terminar o desafio.

Veja os vídeos:

 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts