FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 11 Mai 2020

Ervas aromáticas de Viana do Castelo conquistam ouro pelo sétimo ano consecutivo em concurso nacional

A empresa Aromáticas Vivas de Viana do Castelo conquistou, pelo sétimo ano consecutivo, o ouro com as ervas aromáticas em vaso, arrecadando 5 prémios na 7ª edição do Concurso Nacional de Ervas Aromáticas Tradicionais Portuguesas.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Manjericão, a Hortelã-Menta e a Salva foram as variedades de ervas aromáticas premiadas com a medalha de ouro na 7ª edição do Concurso Nacional de Ervas Aromáticas Tradicionais Portuguesas, organizado pelo CNEMA (Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas) e pela Qualifica.

O Manjericão, premiado há 7 anos com a medalha de ouro, obteve ainda a distinção “Melhor dos Melhores” e “Joia da Coroa”. Em 2016, a variedade hortelã-menta já tinha sido distinguida com a medalha de prata.

Nuno Lomba, Diretor-geral da Aromáticas Vivas ressalvou a importância desta distinção referindo que “é o reconhecimento notório da aposta contínua na qualidade e inovação dos nossos métodos de produção, garantindo sempre a autenticidade do produto no seu sabor, aroma e cor. Ano após ano, temos vindo a conquistar ouro com as nossas ervas aromáticas, sendo já 8 as variedades medalhadas.”

A Aromáticas Vivas é a maior produtora nacional de ervas aromáticas em vaso, biológicas. A empresa agrícola sediada em Carreço – Viana do Castelo, alargou a sua gama de produtos em 2019, com o início de produção das flores comestíveis e microgreens. No último ano, produziu mais de 5 milhões de vasos e 800 toneladas de ervas aromáticas cortadas.

Os prémios seriam entregues na Feira Nacional de Agricultura em Santarém, contudo devido à pandemia COVID-19, o evento foi adiado para o próximo ano. Até ao momento ainda não há confirmação se haverá cerimónia de entrega dos prémios este ano.

O Concurso Nacional de Ervas Aromáticas Tradicionais Portuguesas visa “premiar, promover, valorizar e divulgar as Ervas Aromáticas Tradicionais, genuínas e exclusivamente produzidas em Portugal.”

A Aromáticas Vivas foi fundada em 2009 com o objetivo de ser, em Portugal, a maior e mais inovadora produtora de ervas aromáticas frescas. Conta, atualmente, com uma área de produção superior a 40.000 m2, produzindo e comercializando uma variada gama de ervas aromáticas em vaso e cortadas ao longo de todo o ano.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts