FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 15 Mai 2020

Execução de projetos vencedores do Orçamento Participativo Transfronteiriço transita para 2021

Perante o atual contexto de pandemia Covid-19, o Comité de Gestão Estratégica (CGE) da Eurocidade Cerveira-Tomiño decidiu, esta semana, cancelar a próxima edição do Orçamento Participativo Transfronteiriço (OPT) Cerveira-Tomiño, e prorrogar para 2021 a execução dos projetos vencedores do ano passado. Durante a reunião, que decorreu por videoconferência, também ficou definido não existirem condições para a realização de eventos conjuntos como o Triatlo da Amizade e o Festival Infantil “Aventura na Terra da Amizade”.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Após a decisão do CGE, foram contactadas as entidades que apresentaram os projetos vencedores à IV edição do OPT Cerveira-Tomiño, com o intuito de informar e de rever os procedimentos para que a execução aconteça em 2021. As populações de Cerveira e Tomiño elegeram dois projetos que apostam no conceito de vida saudável, nomeadamente “As Rotas Minho/Roteiros Miño”, submetido pelo Clube Celtas do Minho (Vila Nova de Cerveira) e por Carlos Xabier Oliveira Ortega (Tomiño), e cujo objetivo principal é dar a conhecer a paisagem, cultura, património e ambiente através de caminhadas interpretativas e conversas na natureza entre os dois concelhos; e o “Pensar o corpo, mover a mente”, que tem como propósito incentivar as populações a praticar desporto, valorizando a saúde física e mental através de experiências saudáveis, numa colaboração entre o Citius Fit (Vila Nova de Cerveira) e a Asociación Sociocultural Senraia (Tomiño).

Apresentado no início deste ano, o Plano de Atividades da Eurocidade Cerveira-Tomiño para 2020 primava pela dinamização da economia local, a potenciação da participação pública, a melhoria no acesso aos serviços partilhados e a organização de eventos conjuntos, através da concretização de projetos que promovem o envolvimento das populações pelo impacto no seu dia a dia.

A incerteza gerada por esta crise sanitária mundial leva os municipios vizinhos a reorientar a dinâmica delineada para 2020 no formato previsto, mantendo-se os contactos online entre os autarcas, as equipas técnicas e as provedoras transfronteiriças para avaliar a possibilidade de uma aposta na vertente virtual, assim como a situação atual e futura no contexto da Eurocidade

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts