FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 05 Mai 2020

Mário Silva Carvalho vence primeira edição do Prémio Literário Luís Miguel Rocha

A Câmara Municipal de Viana do Castelo anuncia hoje, Dia Mundial da Língua Portuguesa, o vencedor da primeira edição Prémio Literário Luís Miguel Rocha. Com mais de 70 obras originais a concurso, Mário Silva Carvalho, com a obra “Crónica Menor de Robim da Flândria”, foi o distinguido pelo júri constituído pelos escritores José Viale Moutinho e Francisco Duarte Mangas e pela diretora editorial da Porto Editora, Cláudia Gomes.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Nascido em 1948, na Pampilhosa, Mário Silva Carvalho é licenciado em História pela Universidade de Coimbra. Em 2013, ganhou o Prémio Literário João Gaspar Simões, atribuído pela Câmara Municipal da Figueira da Foz, com o romance “Diário de um Carbonário”, editado em 2014. No mesmo ano ganhou a 15.ª edição do Concurso Literário Dr. João Isabel com o conto “O regresso de Artur”.  Em 2016, publicou o romance “O brasileiro de Vizella” e, mais recentemente, lançou o romance “A amazona portuguesa”. 

Em homenagem ao autor Luís Miguel Rocha, a Câmara Municipal de Viana do Castelo instituiu este Prémio Literário, com o propósito de estimular a produção de obras originais de escritores de língua portuguesa e galardoando uma obra inédita de ficção literária, na área do romance, que não tenha sido premiada em outro concurso. A obra vencedora será agora publicada pela Porto Editora, editora da extensa obra de Luís Miguel Rocha, e o seu autor receberá ainda um prémio de 6000 €.

Luís Miguel Rocha, que nasceu na cidade do Porto em 1976, veio para Viana do Castelo, onde fez os seus estudos no ensino básico e secundário, e desde cedo se dedicou em exclusivo à escrita, tendo publicado seis títulos que se encontram traduzidos em mais de 30 países. Uma das suas obras, “O Último Papa”, figurou no top do The New York Times e vendeu meio milhão de exemplares em todo o mundo. Na consequência de doença prolongada, Luís Miguel Rocha morreu a 26 de março de 2015, em Viana do Castelo. Postumamente, em fevereiro de 2016, foi publicado o seu livro “Curiosidades do Vaticano”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts