FECHAR
Logo
Pedro Xavier 10 Mai 2020

Presidente da EDV acusa direção da Juventude Viana de “aliciar treinadores e jogadores”

Após uma comunicação oficial da Escola Desportiva de Viana a informar que a sua atividade continua suspensa por conta da pandemia de Covid-19 e que já prepara a nova época desportiva, o presidente da instiução vianense Rui Jorge Silva, numa longa publicação na sua pagina de facebook, faz graves acusações à direção da Associação Juventude Viana.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Na publicação pode ler-se que “a EDV mais uma vez, é surpreendida, ou não. pela inqualificável falta de pudor, de carácter ou de qualquer respeito Institucional por elementos afetos à Direção da Associação Juventude de Viana que não contentes por todo o trabalho de destruição dos nossos escalões de formação, desde a já longínqua época 2016/2017, quando decidiram aliciar diretores, treinadores e jogadores para terem escalões de formação, pretendem agora fechar o círculo junto de atletas do escalão Sub 23, marcando reuniões clandestinas em jardins de infância particulares afetos a colaboradores do seu Clube, enganando os nossos atletas que lá se dirigiram convencidos que a dita reunião era sobre a EDV”.

No Hóquei em Patins a Iniciação à Patinagem, Sub 9, Sub 11, Sub 13, Sub 15, Sub 17, Sub 19 e Escalão Sénior (promovendo todos os atletas do escalão Sub23 ao escalão sénior).

Tiago Alvadia, Vice Presidente da Juventude Viana responsável pela formação do Clube, contactado pela Rádio Geice, esclarece o seguinte: “Após ter sido anunciado o fim da época desportiva, O que aconteceu foi uma reunião com alguns atletas que pretenderam conhecer o projeto desportivo da Juventude Viana… Não foi feita qualquer alusão ou comentário ao clube que tinham representado na época anterior, sendo que são falsa e infundadas todas as alegações que invocam sobre terem sido efetuados comentários negativos sobre EDV, ou alguma pessoa”.

Alvadia diz não entender “qual a intenção do Sr. presidente Rui Silva invocando passados e alegações falsas e infundadas sobre o sucedido. Não sabemos com que intenção!? Se com alguma intenção de vitimização publica e política, ou alguma estratégia numa tentativa desesperada de denegrir para recrutar, e aumentar os seus atletas para o próximo ano”.

Tiago Alvadia informou a Rádio Geice, que “a Juventude Viana na próxima época terá os escalões de Iniciação à Patinagem, Sub 9, Sub 11, Sub 13, Sub 15 e Sub 17”.

A Rádio Geice publica na integra a acusação de Rui Jorge Silva (EDV) e Tiago Alvadia (AJV):

Posição de Rui Silva:

Uma vergonha !!!

A 3 dias da Comemoração dos seus 44 anos de existência, a EDV mais uma vez, é surpreendida, ou não. pela inqualificável falta de pudor, de carácter ou de qualquer respeito Institucional por elementos afetos à Direção da Associação Juventude de Viana que não contentes por todo o trabalho de destruição dos nossos escalões de formação, desde a já longínqua época 2016/2017, quando decidiram aliciar diretores, treinadores e jogadores para terem escalões de formação, pretendem agora fechar o círculo junto de atletas do escalão Sub 23, marcando reuniões clandestinas em jardins de infância particulares afetos a colaboradores do seu Clube, enganando os nossos atletas que lá se dirigiram convencidos que a dita reunião era sobre a EDV.

Este tipo de estratégias, já utilizadas no passado, envolvendo ex colaboradores da EDV, normalmente pais de atletas, a quem são prometidos mundos e fundos e os usam para estabelecer os contactos telefónicos. denota mais uma vez o carater duvidoso, mentiroso e falso, dos seus representantes, que nada tem a ver com a Instituição AJV, que nos merece todo o respeito, mas que claramente envergonha todos aqueles que durante anos e anos são e foram seus sócios ou simpatizantes desta modalidade.

Não contentes com o assédio, mentem descaradamente sobre os assuntos da EDV, falam em nome da EDV. mentem no passado e futuro da EDV e apenas lamentamos que os pais dos atletas não percebam que a única preocupação destes senhores é a gestão dos espaços que a EDV possui no pavilhão de Monserrate, agora denominada Zé Natário onde há mais de 40 anos efetua os seus treinos, além, claro, do financiamento para suas despesas da equipa profissional.

Ainda no ano passado, prometendo sucesso desportivo e equipas de topo nacional, destruíram todo o trabalho formativo da EDV delapidando equipas com um potencial tremendo, que resultaram em mais um flop, com equipas técnicas sem formação, mas de topo nacional diziam, criando frustrações às suas famílias e atletas, com promessas impossíveis de cumprir.

A EDV manterá os seus escalões de formação com mais ou menos atletas, cumprirá a sua função formativa e o seu compromisso com a cidade e não muda uma vírgula da sua estratégia em função das suas necessidades de financiamento.

A EDV foi mais uma vez pioneira na criação do escalão de Sub 23, com atletas maioritariamente formados nas suas equipas de formação. A Juventude de Viana rejeitou participar nesse escalão. A EDV criou há cerca de 2 anos a sua equipa sénior, na 3ª divisão, composto maioritariamente com atletas formados pelo clube. A Juventude alegou que não tinha condições para fazer uma equipa B para esse mesmo escalão, exigindo à Autarquia, numa reunião partilhada connosco e com o Sr. Presidente da Câmara, um valor de 45 mil euros para a organizar.

A EDV tem um projeto desportivo, reconhecido nacional e internacionalmente, “construindo” atletas que orgulhosamente representam hoje clubes ao mais alto nível, alguns deles e muito bem na AJV. Nunca abdicou do seu papel formativo em 44 anos de existência.
É um clube Sério, puramente amador, mas profundamente profissional, proporcionando aos seus atletas as melhores condições possíveis, graças a uma brilhante equipa de colaboradores 100% amadora.

Adquiriu transportes próprios, montou ginásio, forneceu condições de top aos seus atletas seniores e sub 23, superiores a muitas equipas da 1ª divisão e isso dá muito trabalho e esforço financeiro que os outros sempre rejeitaram querer ter. Agora com os escalões formados e as equipas definidas é muito fácil de resolver. Criam-se manobras de contrainformação, inventam-se quadros de desistência e em reuniões clandestinas, com as máquinas já montadas, pretendem, quem sabe, trocar as camisolas, fácil, sem qualquer respeito pelo outro clube ou pela cidade que representam.

Para isso existem sempre os sanguessugas que se alimentam dos trabalhos dos outros, os parasitas do sistema, que através da mentira, da falta de formação e caracter de tantos outros, enganam tudo e todos, com um único objetivo, financiar as suas despesas.
A EDV está muito atenta a essas manobras e a mentira é como o azeite, vem sempre ao de cima e não será por acaso que aqueles que lideram estes processos, todos os anos, trocam de clubes como quem troca de camisas. A única preocupação é arranjar um espaço para os seus filhos ou então usar os recursos do clube para fins menos próprios. Provavelmente acabarão sozinhos.
É esta a triste realidade que temos no hóquei em Patins em Viana do Castelo e pior vai ficar pois é bom que os pais percebam que não devem ser um joguete nas mãos daqueles que num desespero constante se agarram a tudo o que sirva para financiar a sua própria subsistência.

Num ano após Pandemia, sem Patrocinadores, sem calendário previsto pelas Federações para arrancar as competições, sem qualquer perspetiva de início da prática de treino em espaços fechados com balneários, numa modalidade coletiva de choque, por ventura, as famílias vão ser pressionadas a inscrever os seus filhos, muitas vezes sem respeitar quaisquer protocolos de segurança. A necessidade de financiamento será brutal. Estaremos atentos a isso.

Darem 24 horas aos atletas para firmarem contrato, já, com a AJV, denota mais uma vez, a vontade sorrateira de fazer as coisas, às escondidas, manipulando informação, mesmo sabendo que todos os processos de inscrição dos atletas nas respetivas Associações/Federações ainda não se iniciou, nem tem data prevista para o efeito.

Infelizmente é o que temos, mas pior do que isso é a falta de caracter das pessoas que circundam e se alimentam do fenómeno desportivo.

9 de maio de 2020
Rui Silva

Posição de Tiago Alvadia – Juventude Viana:

Após ter sido anunciada o fim da época desportiva, o que aconteceu foi uma reunião com alguns atletas que pretenderam conhecer o projeto desportivo da Juventude Viana.

A Juventude de Viana não viu qualquer impedimento em o fazer, pois a época esta terminada.

Esse projeto desportivo foi apresentado num espaço privado para o efeito e pago, que neste período foi difícil de encontrar devido ao momento em que nos encontramos, pois pretendíamos manter a segurança de todos.

Foi feita a apresentação e os atletas ficaram de decidir.

Não foi feita qualquer alusão ou comentário ao clube que tinham representado na época anterior, sendo que são FALSAS e INFUNDADAS todas as alegações que invocam sobre terem sido efetuados comentários negativos sobre EDV, ou alguma pessoa.

Não encontramos qualquer problema em efetuar uma apresentação do projeto desportivo a qualquer atleta. Se não vejamos. Como é que seria possível esses mesmos atletas terem representado a EDV na época transata, não sendo muitos deles de Viana do Castelo?

Esta foi a realidade que aconteceu. Agora a titulo pessoal não entendemos qual a intenção do Sr Presidente Rui Silva, invocando passados e alegações falsas e infundadas sobre o sucedido. Não sabemos com que intenção!? Se com alguma intenção de vitimização publica e política, ou alguma estratégia numa tentativa desesperada de denegrir para recrutar e aumentar os seus atletas para o próximo ano. Quando invoca o passado, não sabemos com que intenção!? A não ser que seja a de se recordar das estratégias usadas no passado. A realidade é que não podemos recriminar nos outros o que nós próprios também fazemos.

Esperemos que as pessoas percebam que a Juventude Viana é um clube de hóquei em patins para o hóquei em patins. Com defeitos e virtudes, mas focados meramente na modalidade e no melhor para os seus praticantes.

Espero que mais uma vez a estratégia da vitimização e do denegrir para atacar publicamente não prevaleça e vença.

A Juventude Viana é um clube centrado no hóquei em patins, focado em encontrar novos talentos do MINHO e usar toda a sua experiência para os ensinar e os ajudar a chegar ao topo. Como lhes poder criar a possibilidade de jogarem num Clube com historia nacional e internacional na Modalidade, não os podemos recriminar por isso.

Não vivemos de politica nem procuramos votos políticos nem usamos ou estamos aqui para usar a Modalidade como politica na procura de votos para projetos pessoais, até porque não vivemos do hóquei em patins nem do desporto, mas vivemos para o hóquei em patins.

Estamos e sempre estivemos disponíveis para conversar sobre hóquei em patins.

Tiago Alvadia à Radio Geice.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts