FECHAR
Logo
Pedro Xavier 06 Jul 2020

Centenário do nascimento de Amália Rodrigues em exposição no Museu do Traje

A 23 de julho, inaugura no Museu do Traje de Viana do Castelo a exposição “Bem-Vinda Sejas Amália”, que está a assinalar o centenário do nascimento da fadista Amália Rodrigues. No mesmo espaço, estará também exposto o traje que a artista envergou em 1998, quando esteve em Viana do Castelo enquanto Presidente da Comissão de Honra das Festas em Honra de Nossa Senhora da Agonia.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

2020 é o ano em que se assinalam os 100 anos do nascimento de Amália Rodrigues e a exposição itinerante chega à capital do Alto Minho no dia em que foi registado o assento de nascimento da artista. A exposição, que integra o programa nacional de Comemorações do Centenário do Nascimento de Amália, tem o Alto Patrocínio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

A exposição é organizada pela Fundação Amália, detentora dos direitos de nome e imagem da fadista e que gere a Casa Museu Amália Rodrigues e a Herdade do Brejão, onde Amália passava férias.

A vida da aclamada Diva do Fado é celebrada nesta mostra em quatro módulos, mostrando as diversas facetas de Amália. “Do eco do sucesso mundial que nem sempre chegou a Portugal, pelo seu vanguardismo e arrojo artístico, ao recato do seu camarim. Não esquecendo as curiosidades menos conhecidas da sua carreira”, refere a organização.

“Bem-Vinda Sejas Amália” pretende dar a conhecer a singularidade da figura de Amália, enquanto mulher e artista. “Cosmopolita – presença assídua nas mais importantes salas de espetáculo do mundo – e sensível, no campo a colher flores silvestres”, assegura a organização.

O título “Bem-vinda sejas Amália” é uma alusão à forma carinhosa como foi recebida pelos militares portugueses em Moçambique, em 1969, quando foi cantar para os feridos de guerra. A frase, então escrita num cartaz, registada pela RTP para a posteridade, foi sendo replicada noutras alturas e noutros contextos, nas suas inúmeras digressões pelo país e pelo estrangeiro.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts