FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 14 Ago 2020

Direção Regional de Cultura do Norte reabilita Monumento Nacional em Paredes de Coura

As coberturas da igreja e torre de São Pedro de Rubiães, em Paredes de Coura, estão a ser reabilitadas, numa intervenção "urgente" de 50 mil euros a concluir até final do ano.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em comunicado, a Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) justifica a “urgência” da intervenção no templo, classificado como Monumento Nacional, com “o avançado estado de degradação em que as coberturas da igreja se encontravam, com particular incidência nas águas do telhado voltadas a norte”.

A empreitada, orçada em cerca de 50 mil euros, é financiada pelo Ministério da Cultura, através DRCN, com o apoio da Câmara de Paredes de Coura, no distrito de Viana do Castelo.

“Com a empreitada em curso pretende-se repor o bom desempenho das coberturas da igreja e corpo da sacristia, através da substituição integral do revestimento cerâmico dos telhados por outro idêntico e colocação de novos rufos, bem como a revisão, tratamento e reforço de todos os madeiramentos da estrutura de suporte”.

A intervenção prevê ainda a limpeza das fachadas, da torre e das restantes superfícies em granito, “atendendo à colonização biológica intensa que apresentam”.

A igreja de São Pedro de Rubiães, na freguesia com o mesmo nome, é propriedade do Estado e tem culto regular.

“Trata-se de um dos exemplares mais interessantes do românico do Alto Minho, que se insere ainda numa paisagem envolvente bem conservada. Mantém na fachada principal um portal de arco pleno bem decorado, ao qual acresce um conjunto de cachorros singular, com motivos vegetalistas e antropomórficos a suportar cornija enxaquetada que envolve a nave e capela-mor”, destaca a DRCN.

A igreja “terá sido construída em finais do século 13, integrando na configuração atual do corpo da igreja alterações realizadas já durante o século XVI, sendo que a torre sineira foi introduzida posteriormente, a norte”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts