FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 21 Jul 2021

António Barbosa recandidata-se ao segundo mandato na Câmara de Monção pelo PSD

O presidente da Câmara de Monção vai recandidatar-se pelo PSD a um segundo mandato autárquico nas eleições de setembro, confiante “no reconhecimento do trabalho abrangente e inovador” dos últimos quatro anos.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

“A minha candidatura vai respeitar o eleitorado e esperar que haja reconhecimento do trabalho realizado nos últimos quatro anos e que o resultado seja condizente com esse trabalho muito abrangente e inovador”, disse António Barbosa.

Licenciado em gestão de empresas, com 45 anos, o autarca social-democrata de Monção disse não estar preocupado com o cenário político com que vai medir forças nas eleições autarquias.

“O cenário político é mais do mesmo, o próximo ano eleitoral é muito idêntico ao que tivemos há quatro anos. O número de candidatos é o mesmo. Há quatro candidaturas, como nas eleições de 2017. Não há novidade nenhuma. A única diferença é que o CDS-PP desapareceu do espetro eleitoral e apareceu o Chega”, sustentou.

Segundo António Barbosa, o primeiro mandato que exerceu na Câmara de Monção “foi muito abrangente”, e adiantou que face “aos novos desafios que se colocam no futuro há áreas que vão ser uma prioridade e obrigação, não só no município de Monção, como é o caso do ambiente”.

A ação social, a educação, a reabilitação urbana e a mobilidade, foram outras das áreas que apontou como apostas da candidatura para que o “concelho continue a desenvolver-se de forma integrada e homogénea em todo o seu território”.

A apresentação da candidatura de António Barbosa foi lançada, na segunda-feira, através das redes sociais, “com um vídeo que retrata muito do que foi feito nos últimos quatro anos e da forma muito distinta com que o atual executivo abraçou o projeto eleitoral”.

“Sempre com muita inovação e dinamismo, tal como pretendemos continuar a imprimir, se formos reeleitos, no próximo mandato autárquico”, sublinhou.

Nas eleições autárquicas de 2017, o PSD, liderado por António Barbosa, conquistou a presidência da câmara, na qual o PS esteve no poder durante 20 anos. A lista do social-democrata venceu com 47,01% dos votos, garantindo quatro mandatos. O PS, que então recandidatou Augusto Domingues, atingiu 43% e ficou com três vereadores no executivo.

Em 2013, Barbosa ficou a três votos de conquistar o município aos socialistas.

Nas eleições de 26 de setembro, além de António Barbosa, concorrem pelo PS Filipe Quintas Ferreira, pela CDU Amélia Barbeitos e pelo Chega Artur Dias Trindade.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts