FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Bruna Fino 15 Jul 2021

Empresa CLS Brands investe 4,5 ME em novas instalações

A CLS Brands, empresa dedicada à produção e venda de vestuário de segurança e de proteção individual, irá instalar um novo edifício na freguesia de Mazarefes num investimento de 4,5 milhões de euros, apresentou ontem a Câmara Municipal de Viana do Castelo.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A CLS Brands é uma empresa que tem como objeto social o fabrico, comércio, importação e exportação de vestuário de segurança e de proteção individual. Esta empresa pretende proceder à criação de uma unidade de produção, um centro logístico, uma unidade de packaging e embalagem, um centro administrativo e um espaço comercial de atendimento ao público em Mazarefes, junto aos acessos à A28.  O edifício pensado contará com uma área de implantação de 5.000 metros quadrados, numa área útil de 7.000 metros quadrados.

O Presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, referiu que este é “um investimento de uma empresa de Viana do Castelo, reorientado para a exportação e permitindo à empresa aumentar a capacidade de produção”. “Ficamos muito felizes quando empresas que são de Viana do Castelo fazem grandes investimentos, aumentando o nosso potencial exportador”, acrescentou.

José Pimenta, responsável pelo departamento financeiro da CLS Brands, indicou que esta é uma empresa familiar com resultados positivos em crescendo e com uma faturação de 15 milhões de euros. “A verdade é que as instalações que inicialmente nos pareciam monstruosas rapidamente se tornaram pequenas. Este novo investimento é urgentíssimo, visto que a empresa não consegue crescer mais porque não tem por onde crescer”, mencionou

“A construção de um novo edifício visa resolver problemas de falta de espaço e aumentar a capacidade de trabalho e o número de trabalhadores”, indicou, explicando que a empresa CLS Brands conta com quatro marcas próprias de calçado, luvas, material descartável e vestuário de trabalho. A empresa, que conta atualmente com cerca de vinte trabalhadores, irá, assim, duplicar o seu número de funcionários.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts