FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Eduarda Alves 17 Set 2021

Hospital Particular de Viana do Castelo realiza rastreios gratuitos à população do Alto Minho

O ciclo de rastreios do Hospital Particular já tem datas marcadas. O Grupo de Saúde vai atuar em Valença, Viana do Castelo, Vila Praia de Âncora, Barcelos e Ponte de Lima que recebem durante os meses de setembro, outubro e novembro ações de rastreio gratuitas para o despiste de problemas de saúde da população.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O ciclo de rastreios inicia-se na próxima quinta e sexta-feira, dias 23 e 24 de setembro, em Valença na Avenida Miguel Dantas, Edifício Portas y Acuña. Viana do Castelo, recebe a iniciativa nos dias 30 de setembro e 1 de outubro na Rua de S. João, nº 640, seguindo-se Vila Praia de Âncora no Complexo das Piscinas Municipais a 7 e 8 de outubro. Barcelos a 21 e 22 de outubro na Avenida de S. João, nº 735 e por fim Ponte de Lima-Arca durante o mês de novembro na Rua da Devesa.

Os rastreios vão ser realizados no período da manhã por colaboradores do Hospital Particular, o maior grupo de saúde da região, e vão estar abertos a toda a população de forma gratuita.

O espaço de enfermagem, está incorporado com medição e vai haver medição da tensão arterial, frequência cardíaca, SPO2 (saturação de oxigénio), glicemia capilar (diabetes), colesterol (dislipidemia), IMC (índice de massa corporal), ECG (eletrocardiograma) e teste visual (teste visual Snellen). Vai estar incluído no rastreio a área da fisioterapia onde os técnicos irão avaliar a bio impedância, flexibilidade e força, análise estática e dinâmica da marcha.

O Dr. Domingos Oliveira, diretor clínico do Hospital Particular alerta que “no contexto atual de COVID-19, não podemos negligenciar, de todo, a nossa saúde. É nossa responsabilidade estarmos atentos e vigilantes”, acrescentando que “a saúde e o bem-estar dos habitantes da região são a nossa prioridade e o objetivo deste ciclo de rastreios gratuitos é aproximarmo-nos ainda mais da população, para que saibam que deste lado têm sempre profissionais de saúde qualificados e cuidadosos para os bem servir e atender as suas necessidades, não fosse o nosso lema tratamos afetivamente”.

Os rastreios vão ser anuais, de modo a que as pessoas possam monitorar questões gerais da sua saúde de forma regular e consistente.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts