FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 12 Out 2021

Empresa de Guimarães constrói nova unidade da BorgWarner em Viana do Castelo

Foi ontem lançada a primeira pedra da nova unidade industrial em Portugal da BorgWarner, grupo norte-americano especialista na produção de componentes para a indústria automóvel, que volta eleger a Garcia Garcia, construtora sediada em Moreira de Cónegos, no concelho de Guimarães, especializada no design and build, para a execução do projeto.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A nova fábrica da Borgwarner, a ser construída no Parque Empresarial de Lanheses, em Viana do Castelo, terá uma localização próxima à unidade do grupo já existente no mesmo parque. Será um edifício industrial com cerca de 17 mil m2, concebido para obtenção da Certificação LEED, um certificado internacional que avalia a sustentabilidade dos edifícios desde o design à manutenção, passando pela construção e operação. A conclusão da empreitada está prevista para 2022 e permitirá criar cerca de 300 novos postos de trabalho na região.

A cerimónia de lançamento da primeira pedra, que assinalou o início dos trabalhos, contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, do presidente cessante da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, e de Luís Nobre, eleito em setembro, assim como dos responsáveis da BorgWarner e muitos convidados.

Com know-how comprovado, traduzido num vasto portefólio e do qual fazem parte nos últimos anos vários projetos em que predominou o investimento estrangeiro, a Garcia Garcia volta a associar-se a uma grande multinacional que mantém a sua aposta em Portugal. Em 2014, a BorgWarner confiou à construtora portuguesa o projeto e construção do seu complexo industrial em Viana do Castelo, assinalando um marco para a região. O projeto, na altura reconhecido como de Potencial Interesse Nacional (PIN), permitiu à multinacional norte-americana aumentar a sua capacidade e flexibilidade produtiva em Portugal.

Dando agora continuidade ao trajeto, a BorgWarner renova a confiança na Garcia para o projeto e construção de uma nova unidade industrial, que será dedicada à produção de motores elétricos. A construtora participa, assim, em mais uma obra para o ramo automóvel na região de Viana do Castelo, onde está instalado um verdadeiro cluster de empresas do setor.

O Grupo BorgWarner é líder mundial em soluções de tecnologia limpa e eficiente para veículos de combustão, híbridos e elétricos. Com fábricas e instalações técnicas em 96 localizações, distribuídas por 24 países, a empresa emprega cerca de 50 mil pessoas. Este grupo norte-americano é um dos maiores produtores mundiais de componentes para a indústria automóvel e tem como foco acelerar rumo à eletrificação, pretendendo proporcionar soluções de mobilidade inovadoras e sustentáveis para este mercado, no qual trabalha para as maiores e mais prestigiadas marcas de automóveis. Em Portugal, a BorgWarner emprega cerca de 950 trabalhadores, encontrando-se já a recrutar trabalhadores para esta nova unidade, que deverá iniciar produção em 2023.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts