FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 26 Nov 2021

João Manuel Esteves representou CIM Alto Minho em projeto transfronteiriço

O presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, em representação da CIM Alto Minho, participou no evento final do projeto transfronteiriço ARIEM+. O projeto, implementado na zona de fronteira, tem como objetivo ser um referencial de boas práticas internacionais nas áreas de salvamento e emergência.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Este evento, que contou com a presença da secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, reuniu os diversos parceiros do projeto, nomeadamente a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho); a Agência Galega de Emergências (AXEGA), beneficiário principal; a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte; o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM); a Guarda Nacional Republicana (GNR), a Junta da Galiza e a Junta de Castela e Leão.

Nesta sessão, o autarca ressalvou a importância do projeto para aumentar a resiliência do território perante os riscos naturais, bem como estabelecer protocolos de atuação conjunta, nas áreas do salvamento e emergência.

Cofinanciado pelo INTERREG VA Espanha-Portugal 2014-2020, este projeto visou a definição de um plano territorial de emergências transfronteiriças e a criação de uma rede unificada de gestão operacional de recursos humanos e materiais em situações de risco, de forma a permitirem, em conjunto, melhorar a gestão e a coordenação efetiva nas áreas de salvamento e emergência.

O ARIEM+ é um projeto de colaboração entre responsáveis da gestão e mobilização de recursos para as principais emergências do Norte de Portugal, do sul da Galiza e de Castela e Leão, cujos principais objetivos são aumentar a resiliência territorial face aos riscos naturais transfronteiriços e fomentar o investimento contra determinados riscos, garantindo a resiliência a catástrofes e desenvolvendo sistemas para a sua gestão.

No âmbito deste projeto transfronteiriço, foi possível entregar a várias Corporações de Bombeiros do Alto Minho, kits para operações de resgate e salvamento para intervenção em derrames de matérias perigosas e de monitorização e seguimento de fogo tático.

Por outro lado, organizaram-se diversas ações de capacitação no âmbito da proteção e socorro, dinamizadas pela Escola Nacional de Bombeiros; ações piloto de uso de fogo controlado/ fogo de supressão para a prevenção e combate dos incêndios florestais; assim como, em novembro de 2019, o seminário transfronteiriço FIRECAMP 2019.

Considerando o resultado deste projeto transfronteiriço, o autarca relevou a importância de se apresentar uma nova candidatura.

 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts