FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR

Outras

21 Dez 2021

Melgaço: Alvarinho QM é reconhecido como o melhor Verde Branco de 2021

Pedro Xavier

Acessibilidade

T+

T-

Contraste Contraste
Ouvir
Em plena época natalícia, o Alvarinho QM 2020 foi presenteado com mais uma distinção, atribuída pela DECO PROTESTE, na avaliação anual dos Melhores Vinhos Portugueses. A maior organização de defesa do consumidor portuguesa considerou este néctar o melhor Vinho Verde Branco de 2021, quando comparado aos seus concorrentes diretos, numa amostra de 124 vinhos brancos.

“O sentimento de orgulho que a Quintas de Melgaço vive com uma distinção deste nível é indescritível. É genuinamente uma honra entrar em avaliação num painel de vinhos da mais elevada qualidade dentro da categoria e sermos distinguidos como os melhores do ano. Acreditamos que é a paixão pelo vinho que eleva a qualidade da nossa produção e estas conquistas dão-nos ainda mais força para continuar a fazer cada vez mais e melhor, no sentido de valorizar o potencial desta região, que é berço de tesouros tão nobres, como a casta Alvarinho”, refere Pedro Soares, administrador das Quintas de Melgaço.

Os parâmetros qualitativos de análise obedeceram a rigorosos critérios, entre os quais a Degustação e a Relação Qualidade/Preço. Em todos estes critérios, o ex-libris da Quintas de Melgaço conquistou a mais alta classificação, quando comparado com os seus pares de categoria, perfazendo um total de 90 pontos, na sua Qualidade Global, e granjeando o título de “Melhor do Teste”.

Recorde-se que o Alvarinho QM tem vindo a ser amplamente aclamado pela crítica nacional e internacional: em 2021, tornou-se o único Alvarinho a conquistar a Medalha de Duplo Ouro no maior e mais importante concurso de vinhos da Ásia, os SAKURA Japan Women’s Wine Awards, após ganhar o Ouro no 26º Grand International Wine Awards Mundus Vini – 2020. Recentemente, conquistou uma Medalha de Ouro, na 8ª edição do Concurso Vinhos de Portugal.

Adega Quintas de Melgaço:

A Quintas de Melgaço é um projeto único em Portugal. Os primeiros capítulos foram escritos por Amadeu Abílio Lopes, um filho da terra de espírito empreendedor que rumou ao Brasil, em meados do séc. XX, para crescer e se afirmar como empresário industrial de referência. O sucesso que viria a conhecer nunca o impediu de recordar a terra que o viu nascer, tendo voltado, anos mais tarde, para instalar os seus negócios no concelho de Melgaço e potenciar o crescimento da própria região. Com uma visão arrojada e inovadora, desafiou pequenos e médios produtores vitivinícolas a juntarem forças e a trabalharem em conjunto para promover, em uníssono, o potencial dos vinhos da região e da casta Alvarinho, a base de todas as receitas. Nascia assim a sociedade da Quintas de Melgaço, constituída por mais de 500 membros acionistas. O projeto rapidamente ganhou escala e se tornou num importante motor de desenvolvimento para a comunidade e para a região de Melgaço, colocando-a no atlas mundial.

Últimas Noticias

Últimos Podcasts

online casino Portugal