FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 12 Jan 2022

Viana do Castelo reforça apoios à saúde

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai reforçar o investimento na saúde, em contexto de situação pandémica. Em reunião ordinária de executivo, foi aprovado uma verba a ser atribuída à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo para aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) específicos para o transporte de doentes com COVID-19, bem como um apoio para continuidade da implementação do projeto “Saúde mais Próxima”, através de protocolo com a Cruz Vermelha Portuguesa.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Assim, foi aprovado um apoio aos Bombeiros Voluntários, que tem sido um agente “com um papel de suma importância no transporte de doentes Covid-19 que, pela especificidade do mesmo, implica custos acrescidos no âmbito da desinfeção dos veículos de transporte e equipamentos de proteção individual”. Acresce ainda o fato de esta instituição “ter-se dotado de um veículo específico para o transporte de cadáveres no âmbito da pandemia, assegurando um serviço necessário no âmbito da proteção civil”, pelo que “tem sido um parceiro preponderante no combate e prevenção” da pandemia.

Foi ainda aprovada a concretização de um protocolo, a estabelecer entre o Município e a Cruz Vermelha Portuguesa, para a renovação da implementação do projeto “Saúde mais Próxima”. “Pese embora a necessidade de reforçar os meios de combate, torna-se também importante e necessário reforçar os meios de prestação de cuidados de saúde à população”, refere o documento.

Para tal, “o Centro Humanitário do Alto Minho, em parceria com o Gabinete da Cidade Saudável, pretende continuar a implementar um projeto de proximidade às populações que implica a aquisição de uma unidade móvel, com diversas valências que permitem levar à comunidade a resposta e prestação de cuidados de saúde, entre outras, à população em geral e, em particular, a idosos com mobilidade reduzida”. O apoio agora aprovado visa financiar a constituição de uma equipa multidisciplinar.

Esta unidade abrange ações de sensibilização/esclarecimento com variadas temáticas; cuidados de enfermagem (apoio domiciliário, rastreios, vigilância do estado de saúde físico e psíquico); clínica geral (caso necessário, encaminhamento para consultas de especialidade); análises clínicas; entre outras atividades associadas aos cuidados de saúde primários.

Este veículo terá ainda uma vertente social na qual se implementará uma unidade de voluntariado de proximidade, a qual visa combater a solidão/isolamento social do qual muitos idosos padecem na sociedade atual. 

Este projeto pretende contribuir para a manutenção da autonomia, independência, qualidade de vida e recuperação global das pessoas de idade sénior, prioritariamente na sua área de residência, bem como combater o isolamento e a exclusão social. A unidade irá deslocar-se às freguesias pelo menos uma vez por semana, tendo em conta o planeamento da atividade do próprio serviço.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts