FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 21 Fev 2022

Simone de Oliveira dá concerto de “encerramento de carreira” em março

A cantora Simone de Oliveira vai dar um concerto de “encerramento de carreira” no dia 29 de março, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

“Entende-se que uma celebração e despedida à altura dos 65 anos de carreira desta artista só fará sentido com uma atitude em que se perspetiva o futuro sublimando-se o passado”, pode ler-se no texto divulgado em comunicado.

Com autoria de Fátima Bernardo e Nuno Feist, estando a primeira à frente da direção do projeto e o segundo a cargo da direção musical, “Sim, sou eu… Simone” o concerto tem encenação de Henrique Feist.

“Simone vai deixar-se levar por arranjos musicais surpreendentes, onde a ligação profunda que os une será uma das formas mais bonitas de agradecer a todos os músicos e maestros que a acompanharam ao longo de todos estes anos”, acrescentou o comunicado.

Em 2020, depois de uma ausência dos palcos devido ao confinamento para prevenir a expansão da pandemia de covid-19, Simone de Oliveira atuou em Lisboa e, na altura, afirmou à Lusa: “Nunca tal me aconteceu. Eu já perdi a voz, lá recuperei a voz, já passei as passas do Algarve com alguns problemas de saúde, mas nesta altura este confinamento é muito complicado”.

Em 1969, Simone de Oliveira ganhou pela segunda vez o Festival RTP da Canção com “Desfolhada Portuguesa”, com a qual representa Portugal no Festival da Eurovisão, em Madrid. No final desse ano perdeu a voz. Simone de Oliveira fez então jornalismo, rádio, locução de continuidade e apresentou um concurso Miss Portugal e espetáculos no Casino Peninsular da Figueira da Foz.

A intérprete de “Sol de inverno”, entretanto, recuperou a voz, gravou um disco com temas de autoria de José Cid, e em 1973 voltou a concorrer ao Festival RTP com “Apenas o meu povo”, conquistando o Prémio de Interpretação.

Numa entrevista à Lusa, por ocasião dos seus 50 anos de carreira, a cantora reconheceu que “há uma Simone antes da perda de voz e outra Simone depois”.

“Aprendi muito, até a tirar melhor partido de mim mesma e das canções”, afirmou a artista nascida em Lisboa em fevereiro de 1938.

Os bilhetes para o concerto de março em Lisboa já estão à venda, por valores entre os 15 e os 40 euros.

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts