Corpower Ocean investe 772 mil euros na construção de hangar amovível temporário para instalação de oficina | Rádio Geice
FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR

Outras

10 Mar 2022

Corpower Ocean investe 772 mil euros na construção de hangar amovível temporário para instalação de oficina

Pedro Xavier

Acessibilidade

T+

T-

Contraste Contraste
Ouvir
O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Corpower Ocean Portugal assinaram hoje protocolo para que a empresa vocacionada para a área da investigação e desenvolvimento, produção de eletricidade de origem eólica e venda de produtos/serviços relativos à conversão de energia, leve a cabo a construção de um hangar amovível temporário para a instalação de oficina, num investimento de 771.682 euros.

A sueca CorPower Ocean corresponde a um projeto de aproveitamento de energia das ondas que instalou em Viana do Castelo uma unidade de produção destes equipamentos. A tecnológica está a investir 16 milhões de euros num centro de Investigação e Desenvolvimento (I&D) para desenvolver conversores de energia das ondas, no porto comercial da cidade, que integra um projeto global de 52 milhões de euros que deverá estar concluído até 2024. 

Para tal, a CorPower Ocean e a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) chegaram a acordo para desenvolver a instalação de energia oceânica no porto comercial vianense. A APDL proporciona, assim, espaço para o fabrico, montagem e manutenção de conversores de energia das ondas à escala comercial.

Em causa está o projeto considerado “pioneiro”, designado por HiWave-5. A empresa, líder em tecnologia de energia das ondas, justificou a escolha de Viana do Castelo para a instalação do I&D “com um sólido conjunto de engenheiros de setores como eólicas marítimas, fabrico de compósitos e estaleiros navais, universidades de alto nível e infraestrutura industrial, incluindo portos e ligação à rede”.

Viana do Castelo tem registado, nos últimos anos, um crescente interesse por parte de entidades e empresas interessadas no desenvolvimento de projetos inovadores no domínio das energias renováveis oceânicas e também na robótica marinha, em projetos que integram o Cluster das Energias Renováveis Oceânicas.

Este investimento da empresa sueca acontece no âmbito do Regime de Incentivos da autarquia vianense, que inclui reduções e isenções de taxas para investidores de empreendimentos turísticos e acolhimento empresarial, atividades económicas relacionadas com as fileiras da agricultura, floresta e produtos de base regional e do mar, setor tecnológico, serviços partilhados e indústrias/atividades criativas, equipamentos de utilização coletiva, abrangendo ainda a regeneração urbana e operações urbanísticas. O regime inclui ainda a atividade hoteleira, de restauração e de espaços de bebidas, possibilitando ainda o pagamento em prestações das taxas de ocupação dos lotes do Parque Empresarial da Praia Norte.

Últimas Noticias

Últimos Podcasts

online casino Portugal