FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 11 Mai 2022

Wine & Blues regressa à Praça da República de Viana do Castelo

Nos dias 27 e 28 de maio, a Praça da República de Viana do Castelo volta a acolher o Festival Wines & Blues, evento que promete juntar música a uma mostra vínica, tendo todas as propostas entrada livre. Esta é uma iniciativa que quer homenagear o vinho verde, com a presença de diversos produtores locais, aliando boa música a um produto endógeno de qualidade.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Esta quarta edição promete levar ao rubro a Praça da República com um cartaz de culto para os amantes de ‘blues’ e as melhores referências do vinho verde. Assim, sexta-feira e sábado, entre as 20h00 e as 01h00, o Wine & Blues transformará Viana do Castelo no epicentro de um intenso programa musical e de uma mostra de promoção dos Vinhos Verdes, que nesta quarta edição confere especial destaque aos Loureiros, casta de eleição do Vale do Lima. 

Neste momento de retoma da vida cultural e económica, Viana do Castelo une-se aos produtores locais para garantir a promoção de um evento de destaque.

A Zé Pedro Associação Musical irá garantir a abertura do festival, sexta-feira, com a Viana Blues Big Band, projeto desenvolvido especialmente para a atuação no âmbito do Wine & Blues Festival, com 18 elementos em palco. 

A noite de sexta-feira vai contar com Peter Storm e The Blues Society, com José Reis no baixo, Jorge Mister Shuffle Oliveira na bateria, Bino Ribeiro na harmónica e percussão e João Belchior na voz e guitarra. O grupo foi eleito melhor banda portuguesa de Blues e irá representar Portugal no European Blues Challenge, que se realiza em Malmo, na Suécia, a 2, 3 e 4 de junho.

The Hurt Fingers & Friends abrem o palco do Wine & Blues Festival na noite de sábado, num registo que oscila entre o Acoustic Blues e o Rock Blues. Formada em 2015, os The Hurt Fingers são uma banda de covers de rock e blues composta pelos músicos Jaime Parente (voz/guitarra acústica), Rui Parente (guitarras, harmónica e vozes), Joel Enes (baixo e vozes) e João Morgado (bateria). Com origem em Viana do Castelo, os seus concertos ao vivo multiplicam-se pelos mais diversos palcos. Abrangendo um repertório repleto de dos mais célebres temas de blues e rock and roll dos anos 60 e 70, desde Robert Johnson a Rolling Stones, The Hurt Fingers vão fazer-se acompanhar por convidados especiais neste evento.

Dig Daddy Wilson, figura icónica do Blues a nível mundial, trará a essência mais pura do blues no segundo concerto da noite de sábado, transportando-nos com o seu magnetismo e voz inconfundível numa viagem às origens deste género musical. O reconhecido cantor e compositor norte-americano de Blues, Soul, R&B, Country e Gospel, nasceu há mais de 50 anos numa pequena cidade chamada Edenton, na Carolina do Norte. 

Tendo ingressado no exército dos Estados Unidos em 1979, foi destacado para as bases militares na Alemanha, país onde se descobriu como intérprete de Blues, graças à sua inconfundível voz de barítono rico, quente e baixo. Inspirado por outros músicos de blues norte-americanos que fizeram sucesso no velho continente, Big Daddy Wilson construiu uma notável carreira internacional.

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts