Ciclismo: Pedro Oliveira e Maria Jesus Barros triunfaram em Santa Marta de Portuzelo | Rádio Geice
FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR

Desporto

16 Ago 2022

Ciclismo: Pedro Oliveira e Maria Jesus Barros triunfaram em Santa Marta de Portuzelo

Pedro Xavier

Acessibilidade

T+

T-

Contraste Contraste
Ouvir
Pedro Oliveira (Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact) e Maria Jesus Barros (Team Orense Women) saíram vitoriosos do 45º Circuito de Santa Marta de Portuzelo, que se disputou na manhã desta segunda-feira naquela freguesia de Viana do Castelo.
Organizado pela Associação de Ciclismo do Minho e do Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzelo, a prova do Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã, contou com a presença de cerca de uma centena de atletas divididos pelas categorias de escolas, cadetes e juniores.
Na prova ‘rainha’ Pedro Oliveira (Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact) mostrou-se mais forte na reta final de uma corrida bastante atacada do princípio ao fim. O ciclista brasileiro da equipa de Roriz deixou os companheiros do primeiro grupo em cabeça de corrida, já muito próximo da linha de meta e impôs-se a João Martins (Póvoa Cycling Academy/CDC Navais), que fez segundo lugar, e João Martins (União Ciclismo da Trofa), que foi terceiro.
Em elites femininos, Maria Jesus Barros (Team Orense Women), ex-atleta da Escola de Ciclismo de Santa Marta, garantiu o primeiro lugar do pódio.
A classificação coletiva foi ganha pelo Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact, que colocou três ciclistas no top10, deixando na segunda posição o Póvoa Cycling Academy/CDC Navais, enquanto o C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor alcançou o terceiro lugar.
José Moreira (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) dominou a corrida de cadetes. O campeão nacional de fundo em cadetes assumiu a liderança da corrida ao final da primeira volta, não permitindo qualquer resposta por parte dos restantes companheiros, consolidando a vantagem de volta para volta, chegando ao final com 35 segundos de vantagem sobre o atleta da casa, Daniel Moreira (Tensai/Sambiental/Santa Marta), enquanto Diogo Miranda (Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact) fechou o último lugar do pódio.
Em femininos a Academia Ciclismo de Paredes dominou em toda a linha, realizando um pleno no pódio. Lia Godinho foi a vencedora, seguida de Eduarda Costa e Ana Santos.
Por equipas, a Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel garantiu o primeiro lugar, a Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact foi segunda e o Cantanhede Cycling/2W Engenharia foi terceira.
Na categoria de escolas o C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor foi o mais forte, somou 15 pontos e subiu ao mais alto lugar do pódio.
Na segunda posição ficou a Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact, enquanto a Academia Ciclismo de Paredes fez terceiro lugar.
Em termos individuais de destacar a vitória de Guilherme Ribeiro (Academia Ciclismo de Paredes) em juvenis, relegando Rui Sabino (União Ciclismo da Trofa) para a segunda posição enquanto Martim Campos (Academia Ciclismo de Paredes) fez terceiro.
Jéssica Oliveira (Santa Maria da Feira/Segmento D’Época/Reaol, venceu a prova feminina. Carla Garcia (UC Coslada) foi segunda e Juliana Teixeira (Academia Efapel Ciclismo) terceira.
Simão Silva e Beatriz Ferreira (União Ciclismo da Trofa) venceram a prova de infantis, enquanto Duarte Marques (C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor) e Lara Silva (Escola Cantanhede Cycling/orima/Duorep) foram os mais rápidos em iniciados.
Em pupilos/benjamins a vitória sorriu a Duarte Silva (Silva&Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) e Maria Lisboa (Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact).
Pedro Oliveira, da Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact
Pedro Oliveira, da Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact, venceu ao sprint a corrida de Juniores, batendo nos últimos metros o sempre difícil João Martins (Póvoa).
“Foi um circuito duro. Eu nem vim para ganhar, vim mais para ajudar a equipa no que fosse preciso, mas no final consegui sair com a vitória”, disse o ciclista que está há cerce de mês e meio em Portugal.
Não é fácil ganhar ao João Martins… “Nenhuma corrida é fácil de ganhar, quanto mais quando se tem o João Martins como adversário. Hoje fui mais feliz e nos últimos metros consegui levar a melhor”.
José Moreira, (Silva&Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel)
José Moreira, (Silva&Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel), era um ciclista feliz no final da corrida de cadetes, salientando, no entanto, que não foi uma vitória fácil.
“Estas corridas nunca são fáceis. É tudo muito atacado, muitas equipas a tentar disputar o prémio. Eu lutei, tentei destacar-me no final no final da primeira volta, consegui ganhar um espacinho curto, mas com as descidas e a carregar nas subidas consegui distanciar-me e acabei por chegar isolado à meta”
António Antunes, responsável da Escola Ciclismo Santa Marta
António Antunes, responsável da Escola Ciclismo Santa Marta, faz um balanço muito positivo da retoma do Circuito de Santa Marta…
“O balanço é extremamente positivo. Depois de dois anos de interregno, voltamos a organizar o circuito, a 45.ª edição de um dos mais antigos do país. As equipas aderiram todas como seria de esperar, a competitividade e a alegria dos miúdos fizeram-se notar e nós só temos de estar satisfeitos porque tudo correu bem”.
“Estamos muito felizes por, finalmente, conseguimos voltar a organizar a prova, que é um marco em Viana do Castelo, no Minho e no próprio país”, disse António Antunes.
Estava à espera de ter aqui tanta gente, quer em termos de atletas a participar, como de pessoas a assistir? “Foi uma surpresa agradável… Nós estávamos a contar com uma boa participação de atletas e sabemos que as equipas trazem pessoas, agora contar com tão grande adesão das pessoas da freguesia e de freguesias limítrofes e que elas aderissem como o fizeram… não estávamos a contar. Foi uma agradável surpresa”.
Carlota Borges, Vereadora da Juventude da Câmara de Viana do Castelo
Carlota Borges, Vereadora da Juventude da Câmara de Viana do Castelo, considerou muito positivo o regresso do Circuito de Santa Marta e saudou a enorme participação dos jovens…
“É muito positivo para nós concelho de Viana do Castelo, assistirmos ao regresso deste Circuito de Ciclismo. Foi com satisfação que vimos aqui tantos jovens. Mostra que os nossos jovens estão com vontade de voltar a praticar desporto depois de tanto tempo parados”.
Para Carlota Borges “ver aqui estes jovens com esta vontade toda e com esta dinâmica, para além de ser um motivo de orgulho e satisfação, dá-nos um ânimo acrescido, uma vez que para o ano somos Cidade Europeia do Desporto”.
Nuno Ferraz, presidente da Junta de Freguesia de Santa Marta de Portuzêlo
Nuno Ferraz, presidente da Junta de Freguesia de Santa Marta de Portuzêlo, mostrou-se muito feliz pelo regresso do Circuito de Ciclismo à freguesia…
“Este é um circuito que já tem uma enorme tradição, é organizado pela mais antiga Escola de Ciclismo do país e para Santa Marta é um orgulho termos este circuito e termos uma organização deste nível”, referiu o autarca.
Para Nuno Ferraz “foi uma retoma de grande nível, estiveram aqui muitos atletas, equipas e muita gente. Assistiu-se a lutas interessantes. Santa Marta está de parabéns e a Escola de Ciclismo também”.
É um circuito para continuar com o apoio da Junta de Freguesia? “Sem dúvida. Desde a primeira hora que a Junta de Freguesia apoia incondicionalmente todas as atividades que se passam na freguesia e esta não é exceção. Temos todo o prazer em colaborar, e ajudar no que fizer falta, com a Escola Ciclismo”.
O 45.º Circuito de Santa Marta de Portuzelo foi organizado pela Associação de Ciclismo do Minho com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Viana do Castelo 2023 Cidade Europeia do Desporto, Junta de Freguesia de Santa Marta de Portuzelo, Tensai, Sambiental, P&C Pipesolutions,  Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma – Soluções de Publicidade, POPP Design, Navega Rías Baixas, Guimarpeixe, Jopedois, Auto Terror, SEG 3 – Mediação de Seguros e revista Ciclismo a Fundo.

Últimas Noticias

Últimos Podcasts

online casino Portugal