Um milhão de euros vai valorizar património natural e cultural de Melgaço | Rádio Geice
FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR

Outras

16 Set 2022

Um milhão de euros vai valorizar património natural e cultural de Melgaço

Pedro Xavier

Acessibilidade

T+

T-

Contraste Contraste
Ouvir
A solidariedade europeia está presente no quotidiano de todos, apesar de muitas vezes nem termos conhecimento dos projetos/ações que são possíveis apenas porque há apoios europeus.  A Europa apoiou, com um valor próximo de um milhão de euros, a valorização do património natural e cultural em Melgaço. Este financiamento tornou possível as obras do Trilho do Laboreiro (PDR2020/FEADER); o desenvolvimento de uma estratégia para o Turismo; as obras do Trilho do Mouro; e a reabilitação, conservação e valorização da igreja e sua envolvente do Convento de São Salvador de Paderne (todos estes projetos no âmbito do NORTE2020/FEDER).

O município, com o apoio do POAT (Programa Operacional Assistência Técnica), lançou uma campanha denominada «Europa em Melgaço, sabia que?», com o objetivo de informar os cidadãos sobre os temas relevantes da União Europeia para o concelho de Melgaço. Os projetos apoiados pelos fundos europeus (PT2020) tiveram como principal objetivo contribuir para a valorização do Património Natural e Cultural e colocá-lo ao serviço do desenvolvimento turístico e, através deste, o desenvolvimento dos territórios e seus habitantes. «O turismo é uma das nossas apostas do nosso município, e continuará a ser, mas queremos um Turismo diferenciador. Único. Queremos dotar o nosso concelho de condições de excelência para a visitação e interpretação do vasto e rico património histórico, natural e cultural de Melgaço. E isto só é e tem sido possível com os apoios da União Europeia.», considera Manoel Batista, presidente da Câmara Municipal de Melgaço.

Por um lado, com a valorização do património natural pretendeu-se dotar o município de um instrumento estratégico capaz de alavancar a economia com base nos seus recursos endógenos, criando, por exemplo, uma rede de percursos pedestres e cicláveis que visa uma fruição e interpretação do património natural e cultural do concelho, promovendo o turismo de natureza.

Já no que respeita ao património cultural, designadamente às obras de Reabilitação, Conservação e Valorização da Igreja do Convento de São Salvador de Paderne, com tal investimento «vamos devolver a dignidade material a este Monumento Nacional. O edifício apresentava graves condições de conservação, com risco de perda de património. Queremos e estamos a proporcionar adequadas condições de conservação, valorização e visitação a este Monumento, potenciando a Igreja como um recurso ativo para o desenvolvimento do concelho, mas também da Região Norte no âmbito do Turismo Cultural e Religioso.», realça Manoel Batista.

Últimas Noticias

Últimos Podcasts

online casino Portugal