FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR

Regional

17 Nov 2022

“Um mar de tradições” inaugurado no Centro de Mar de Viana do Castelo

Pedro Xavier

Acessibilidade

T+

T-

Contraste Contraste
Ouvir
O Dia Nacional do Mar foi assinalado em Viana do Castelo com a inauguração da exposição “Um mar de tradições”, no Centro de Mar, no navio Gil Eannes.

Manuel Vitorino, Vereador da Cultura, destacou o facto de a abertura desta mostra assinalar o Dia Nacional do Mar e o oitavo aniversário do Centro de Mar. “Somos um povo de navegantes, de marinheiros, de mercadores, e há necessidade de enfatizar esta parte tão relevante da nossa história”, declarou o vereador, dizendo que a exposição permite valorizar e perpetuar “a memória afetiva e efetiva existente da Ribeira de Viana”.

“Esta exposição vem reforçar a necessidade de trabalharmos esta memória coletiva e é certamente uma oportunidade de valorizarmos a importância da Ribeira de Viana junto dos jovens e dos alunos das nossas escolas”, frisou.

Já o Antropólogo, Álvaro Campelo referiu o trabalho promovido junto das gentes da Ribeira e “o sentimento, a paixão e a pertença” que distinguem este lugar. “Esta exposição tem como missão resgatar para o centro da nossa reflexão a Ribeira de Viana e a importância das famílias que a compõem”, indicou, destacando a religiosidade destas famílias e a ligação das mesmas às Festas em Honra de Nossa Senhora da Agonia.

“Um Mar de Tradições – História, Arte e Devoção” é uma exposição temática de cariz histórico-etnográfico que aborda a ligação da Ribeira de Viana ao mar através dos tempos, explorando igualmente algumas das artes das gentes deste bairro piscatório, nomeadamente através de réplicas de embarcações locais, pinturas e desenhos de artistas vianenses (Carolino Ramos) e estrangeiros (George Loukomsky). Esta exposição aborda ainda o caráter devocional através de ex-votos que as gentes do mar ofertavam a Nossa Senhora d’Agonia. A mostra integra a candidatura Valorização da Aldeia de Mar – Ribeira de Viana, financiada pelo Mar 2020.

A inauguração desta exposição assinalou o 8º aniversário do Centro de Mar, que abriu portas a 16 de novembro de 2014. Desde a abertura, o Centro de Mar recebeu 139.228 visitantes, sendo 100.445 portugueses e 38.783 estrangeiros. O espaço foi palco de 531 atividades com escolas, envolvendo um total de 10.985 crianças.

O Centro de Mar – Centro de Interpretação Ambiental e de Documentação do Mar, a funcionar no Navio Gil Eannes, foi criado com o objetivo de ser a “porta de entrada” do projeto Centro de Mar de Viana do Castelo. As componentes instaladas incluem um Centro Interpretativo Ambiental, que integra um percurso museológico e interpretativo sobre a cultura marítima de Viana do Castelo, e Centro de Documentação Marítima.

Em 2020, foi inaugurado o Museu Virtual da Memória Marítima, espaço dedicado à salvaguarda e preservação, registo e documentação, arquivo e divulgação de espólios documentais relacionados com o tema do “mar” e a sua importância (passada, atual e futura), a diversos níveis (cultural, económico, social, geográfico, ambiental).

Últimas Noticias

Últimos Podcasts

online casino Portugal